Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street avança na sessão e recua na semana

Data de criação:

access_time 23/04/2021 - 19:29

Data de atualização:

access_time 23/04/2021 - 19:29
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street subiram nesta sessão, depois de uma realização de lucros nas negociações de ontem. O mercado manteve o radar na temporada de resultados financeiros e nos dados econômicos.

Índices: o Dow Jones subiu 0,67% aos 34.043. O S&P ficou subiu 1,09% aos 4.180. O Nasdaq subiu 1,44% aos 14.016. Na semana, o Dow caiu 0,5%, o S&P 500 caiu 0,1% e o Nasdaq caiu 0,3%.

Hoje, os investidores descolaram dos ruídos sobre os impostos. Um plano de Biden envolveria o aumento da alíquota do imposto sobre ganhos de capital para os mais ricos em 39,6%. Ainda se confirmado, o imposto incidiria sobre aqueles que ganham pelo menos US$ 1 milhão. A taxa atual é de 20%.

Os principais papéis foram apoiados pelos indicadores, que mostraram aceleração na atividade econômica e um crescimento ainda mais rápido nas vendas de novas casas.

Os índices de Gerentes de Compras IHS Markit subiram para recordes. O PMI do setor de manufatura subiu para a máxima de 60,5 em abril de 59,1 um mês antes, enquanto o PMI do setor de serviços saltou de 60,4 para 63,1. Uma leitura de mais de 50 indica uma expansão na atividade.

Ainda hoje, as vendas de novas casas subiram para a taxa anual, ajustada sazonalmente, de 1,021 milhão em março, informou o Census Bureau. O ritmo foi o mais rápido desde 2006. Mês a mês, as vendas aumentaram 20,7%. Além disso, o Census Bureau revisou o número de vendas de fevereiro para uma taxa de 846 mil, a partir da taxa originalmente informada de 775 mil.

Entre as empresas que viram as ações escorregando estava a Intel Corp., queda de 5,3%, apesar do lucro subindo e a companhia elevando o guidance para o ano, já que uma grande queda nas vendas de data centers foi compensada pela força nas vendas de computadores pessoais.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as do Goldman Sachs, alta de 2,57%, as do JPMorgan, alta de 1,91%, as da Apple, alta de 1,80%, as da Boeing, alta de 1,73%, as da Microsoft, alta de 1,55%, e as da Johson & Johnson, alta de 0,21%. Na contramão ficaram as ações da Interl Corp, queda de 5,32%, as da American Express, queda de 1,92%, e as da Merck & Co., queda de 0,10%.

Por fim, o rendimento da nota do Tesouro de 10 anos mudou pouco nesta sexta-feira em 1,561%.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?