Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street devolve alta com pandemia e atenção para o Federal Reserve

Data de criação:

access_time 23/03/2021 - 19:01

Data de atualização:

access_time 23/03/2021 - 19:01
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street devolveram os ganhos da sessão anterior nesta terça-feira (23/03), com as atenções para as novas medidas restritivas de combate ao coronavírus na Europa, mais precisamente na Alemanha.

O investidor também acompanhou atentamente as falas do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e da secretária do Tesouro, Janet Yellen, ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes.

Ao final, o Dow Jones caiu 0,94% aos 32.423 pontos. O S&P ficou em queda de 0,76% aos 3.910 pontos. O Nasdaq caiu 1,12% aos 13.227 pontos.

Na Alemanha, a chanceler Angela Merkel anunciou mais medidas restritivas a partir de hoje até 18 de abril para conter a terceira onda de COVID-19. Merkel pediu que a população fique em casa no feriado prolongado de Páscoa.

Enquanto isso, as ações da AstraZeneca caíram depois que o Conselho de Monitoramento de Dados e Segurança dos Estados Unidos disse que a farmacêutica pode ter usado informações desatualizadas e fornecido uma avaliação “incompleta” da eficácia de sua vacina COVID-19 no início desta semana. Embora a inoculação não tenha sido aprovada nos Estados Unidos, a vacina foi administrada a cerca de 5 milhões de europeus até agora.

O mercado também ficou atento às apresentações do presidente do Fed, Jerome Powell, e da secretária do Tesouro, Janet Yellen, ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara.

Powell reiterou que a “recuperação está longe de ser completa”, reforçando o caso de uma postura política firmemente acomodatícia do Fed. O presidente do banco central reconheceu que a recuperação até este ponto “progrediu mais rapidamente do que geralmente se esperava”.

Yellen apresentou pontos semelhantes, sugerindo que “devemos estar cientes do buraco que estamos cavando”, já que a economia continua com cerca de 10 milhões de empregos aquém de seus níveis pré-pandêmicos.

De volta ao mercado, entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Procter &Gamble, alta de 1,86%, as do Walmart, alta de 1,19%, as da Coca-Cola, alta de 0,76%, e as da Microsoft, alta de 0,67%. Na contramão ficaram as ações da Boeing, queda de 3,97%, as da Caterpillar, queda de 3,28%, as da Intel Corp, queda de 3,28%, as da American Express, queda de 2,77%, e da do Goldman Sachs, queda de 2,23%.

Nos Estados Unidos, o índice de Atividade Manufatureira do Quinto Distrito expandiu em março, de acordo com a pesquisa mais recente do Federal Reserve Bank de Richmond.

O índice composto subiu de 14 em fevereiro para 17 em março, impulsionado por um forte aumento no índice de remessas, enquanto os outros dois componentes – novos pedidos e emprego – se mantiveram estáveis.

Nos Estados Unidos, as vendas de novas casas unifamiliares em fevereiro de 2021 estavam a uma taxa anual, ajustada sazonalmente, de 775 mil, abaixo da projeção dos analistas de 872 mil, de acordo com estimativas divulgadas em conjunto pelo Census Bureau e pelo Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano.

Esse resultado é 18,2% (± 13,9%) abaixo da taxa revisada de janeiro de 948 mil, mas é de 8,2% (± 21,7%) acima da estimativa de fevereiro de 2020 de 716 mil.

*Por Ivonéte Dainese com agências

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?