Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street devolve com ações de tecnologia e indicadores ficam no radar

Data de criação:

access_time 25/05/2021 - 18:37

Data de atualização:

access_time 25/05/2021 - 18:37
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street devolveram nesta sessão. Os investidores realizaram lucros com as ações de tecnologia, depois que o Nasdaq disparou quase 1,5% nas negociações de ontem. Os indicadores do setor imobiliário, as expectativas das empresas e dos consumidores ficaram abaixo das projeções.

Ao final, o Dow Jones caiu 0,24% aos 34.312. O S&P 500 ficou em queda de 0,21% aos 4.188. O Nasdaq ficou estável aos 13.657.

O rendimento do título de 10 anos oscilou e ficou abaixo de 1,6%. Os preços das criptomoedas estabilizaram e o Bitcoin ficou abaixo dos US$ 38 mil nas negociações em Nova York.

Em abril, a confiança do consumidor ficou abaixo das expectativas, com o índice Conference Board caindo mais do que o esperado. Os preços das casas subiram para o maior patamar em 15 anos no mês de março.

Sobre o aumento dos preços, alguns membros do Comitê Federal de Mercado Aberto, Fomc, do Federal Reserve, trataram de acalmar os participantes do mercado. “O Fed não prevê uma mudança na política monetária no curto prazo”, disseram.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Boeing, alta de 1,39%, as do Walt Disney, alta de 1,07%, as do Walmart, alta de 0,41%, e as da Salesforce, alta de 0,32%. Na contramão ficaram as ações da Apple, queda de 0,16%, as da Intel Corp, queda de 0,16%, as da IBM, queda de 0,64%, as da Chevron, queda de 1,64%, e as da Amgen, queda de 2,32%.

*Tradução ID de agências e relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?