Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street fecha em alta e perde força na semana

Data de criação:

access_time 14/05/2021 - 19:17

Data de atualização:

access_time 14/05/2021 - 19:17
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de Nova York renovou a alta nesta sexta-feira, com os investidores fazendo uma leitura mais fraca do que o esperado das vendas no varejo, em semana marcada pelo tumulto com o temor de uma inflação mais elevada.

Ao final, o Dow Jones subiu 1,06% aos 34.383. O S&P 500 subiu 1,49% aos 4.173. O Nasdaq subiu 2,32% aos 13.429. Na semana, o Dow Jones caiu 1,1%, o S&P caiu 1,4% e o Nasdaq caiu 2,3%.

Na semana, os mercados reagiram forte aos relatórios sobre inflação, escassez de mão de obra e preços mais altos de commodities. Esse pontos elevaram as preocupações de que o Federal Reserve poderia decidir por um aperto monetário antes do esperado.

Com isso, os investidores podem estar vendo as últimas sessões como uma oportunidade de comprar, apesar de uma série de relatórios econômicos que ilustraram o desafio do país para se recuperar da pandemia de Covid-19.

No início da sexta-feira, os dados mostraram que as vendas nos varejistas ficaram estáveis em abril, depois de um ganho de 9,8% no mês anterior, quando o governo enviou cheques de estímulo de US$ 1.400 para a maioria dos americanos. Economistas previam um aumento de 0,8%.

Nesta sexta-feira, entre os demais indicadores, o índice de preços de importação de abril subiu 10,6% ante o mesmo período do ano passado e o maior em 10 anos. Os preços de importação dos Estados Unidos subiram 0,7% em abril, também com alta de 0,7% menos os combustíveis.

Já o sentimento do consumidor americano caiu inesperadamente. O índice da Universidade de Michigan recuou para 82,8 em maio, a menor leitura desde fevereiro de 2020, ou seja, antes do pico da pandemia.

Por fim, um dia depois de anunciar que a Tesla Inc não aceitaria mais Bitcoin no pagamento por seus carros, o presidente-executivo, Elon Musk, sugeriu que a rival crypto Dogecoin poderia ser uma substituta adequada. As ações da Tesla subiram 3,2% e a Dogecoin subiu cerca de 44%.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as do  Goldman, alta de 2,78%, as da Boeing, alta de 2,62%, as da Chevron, alta de 2,62%, as da Intel Corp, alta de 2,48%, as da Microsoft, alta de 2,11%, e as da Apple, alta de 1,98%. Na contramão ficaram as ações da Walt Disney, queda de 2,60%, as da Home Depot, queda de 0,55%, e as da Merck&Co., queda de 0,51%.

*Tradução de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?