Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street fecha em queda com EUA e China ofuscando os negócios

Data de criação:

access_time 24/07/2020 - 19:22

Data de atualização:

access_time 24/07/2020 - 19:22
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os pesos pesados de Wall Street mantiveram as perdas nesta sexta-feira. Os investidores estavam preocupados pelo aumento da tensão entre a China e os Estados Unidos. Pequim pediu o fechamento do Consulado americano em de Chengdu.  A decisão é o revide da ação norte-americana, que fechou o Consulado chinês em Houston, Texas, na noite de terça-feira (21).

No pano de fundo ficou também a falta de progresso em outro projeto de estímulo fiscal em Washington.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 0,68% aos 26.469 pontos. O S&P ficou em queda de 0,62% aos 3.215 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 0,94% aos 10.363 pontos. Na semana, o Dow Jones caiu 0,8%; o S&P 500 ficou em queda de 0,3%; e Nasdaq recuou 1,3%.

No País, os casos crescentes de coronavírus em 40 estados americanos também estão limitando a atividade comercial dos consumidores e ameaçando a recuperação econômica.

Ontem, na coletiva de imprensa, o presidente Donald Trump, falou, entre tantos assuntos, sobre o pacto comercial com a China. “Significa menos para mim agora do que quando eu o fiz”.

Ainda ontem, o secretário de Estado, Mike Pompeo, pediu aos governos ao redor do mundo para se juntarem aos Estados Unidos no confronto com os líderes do Partido Comunista da China. “O tipo de compromisso que estamos buscando não trouxe o tipo de mudança dentro da China que o então presidente Nixon esperava induzir”, disse Pompeo em discurso.

De acordo com analistas, os investidores temem que isso possa ser o começo de uma briga entre as duas maiores economias do mundo.

De volta aos mercados, as ações da Intel Corp subiram 16,2% e as ações da rival Advanced Micro Devices Inc. subiram 16,5%, depois que a Intel informou que sua próxima geração de tecnologia de semicondutores será adiada. A companhia acrescentou que poderá terceirizar a fabricação.

Nos Estados Unidos, o Índice de Saída PMI Composto da IHS Markit na prévia de julho está em 50,0, ante os 47,9 no final do segundo trimestre, sinalizando uma estabilização na produção do setor privado.

A prévia do índice PMI da Atividade de Negócios dos Serviços está em 49,6 para julho (junho: 47,9), alta de seis meses. O PMI de Manufatura está em 51,3 para julho (junho: 49,8), alta de seis meses. O PMI de Produção Industrial está em 52,1 para julho (junho: 47,5), alta de seis meses.

Nos Estados Unidos, o Census e o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano anunciaram conjuntamente as seguintes novas estatísticas de vendas residenciais para junho de 2020:

As vendas de novas casas unifamiliares estavam com uma taxa anual, ajustada sazonalmente, de 776 mil, o que é 13,8% (± 17,8%) acima da taxa revisada de maio de 682 mil e é 6,9% (± 13,7%) acima da estimativa de 726 mil de junho de 2019.

O preço médio de venda das novas casas comercializadas em junho de 2020 estava em US$ 329.200. O preço médio de venda foi de US$ 384.700.

Inventário para venda

A estimativa dessazonalizada de novas casas para venda no final de junho era de 307mil, o que representa uma oferta de 4,7 meses à taxa de vendas atual.

*Por Ivonéte Dainese de relatórios oficiais e com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?