Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street fica em alta com apenas o Dow Jones estável

Data de criação:

access_time 11/02/2021 - 18:29

Data de atualização:

access_time 11/02/2021 - 18:35
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street ficaram com ganhos nesta quinta-feira (11). O foco do mercado permaneceu no pacote fiscal proposto pelo governo Biden. No radar estão os balanços financeiros.

Ao final, o Dow Jones ficou estável aos 31.430 pontos. O S&P ficou em alta de 0,17% aos 3.916 pontos. O Nasdaq ficou em alta de 0,38% aos 14.025 pontos.

Os investidores estão atentos aos balanços das empresas americanas, com vários setores apresentando números acima das projeções. O que se esperava era um trimestre com resultados desanimadores.

De outro lado, o mercado segue elevando as expectativas para a aprovação do pacote fiscal. Entretanto, as recentes declarações do presidente Joe Biden em relação à China acabaram tirando um pouco o entusiasmo dos investidores.

Biden disse a um grupo de senadores dos Estados Unidos, em uma reunião para discutir a necessidade de atualizar a infraestrutura, de que o país deve aumentar seu jogo em face do desafio da China, conforme declarou a Reuters.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Intel Corp, alta de 3,06%, as da Visa, alta de 2,20%, as da Salesforce, alta de 1,91%, e as da Coca-Cola, alta de 1,41%. Na contramão ficaram as ações da 3M, queda de 1,33%, as da Amagen, queda de 0,70%, as da Walgreens Boots Alliance, queda de 2,89%.

Nos Estados Unidos, os pedidos iniciais de auxílio-desemprego para a semana fechada em 06 de fevereiro, ajustados, ficaram em 793 mil, com a queda em 19 mil se comparado com o nível da semana anterior.

O nível da semana anterior tinha sido revisado para cima em 33 mil, de 779 mil para 812 mil. A média móvel de 4 semanas foi de 823 mil, queda de 33.500 em relação à média revisada da semana anterior. A média da semana anterior foi revisada em 8.250, de 848.250 para 856.500.

O avanço da taxa de desemprego, que é medida pelos pedidos do benefício e ajustada, foi de 3,2% para a semana encerrada em 30 de janeiro, queda em 0,1 ponto percentual em relação à taxa revisada da semana anterior. A taxa da semana anterior foi revisada para cima em 0,1 p.p., de 3,25% para 3,3%. Os dados são do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos.

*Por Ivonéte Dainese com relatórios e agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?