Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street opera em alta com a expectativa para fala de Donald Trump

Data de criação:

access_time 08/01/2020 - 12:15

Data de atualização:

access_time 08/01/2020 - 13:15
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de Wall Street abriram com ganhos nesta quarta-feira. A tensão entre Estados Unidos e o Irã subiu com o país atacando bases militares norte-americanas instaladas no Iraque. Contudo, as expectativas estão concentradas no pronunciamento do presidente Donald Trump.

Há pouco, o Dow Jones subia 0,14% aos 28.632 pontos. O S&P estava em alta de 0,29% aos 3.247 pontos. O Nasdaq subia 0,31% aos 9.097 pontos.

Hoje, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, prometeu retaliar ainda mais os Estados Unidos pelo assassinato do general  Qassem Soleimani .

A resposta militar de Teerã se deu com os disparos de mísseis contra as bases militares dos Estados Unidos no Iraque em Al Asad e Erbil.

Os mercados acionários, entretanto, estão operando com cautela e promovendo volatilidade. Com isso, outros ativos estão em alta, com títulos do governo, metais e moedas.

Através do Twitter, o presidente Donald Trump destacou ontem:

@realDonaldTrump
“Tudo está bem! Mísseis lançados do Irã em duas bases militares localizadas no Iraque. Avaliação das vítimas e danos ocorridos agora. Por enquanto, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã.

De acordo com analistas internacionais, os movimentos nas bolsas são justificados. “Grande parte dessa serenidade do mercado é devida a ambos os lados, sinalizando que eles não querem mais intensificar as coisas”, disse um deles para agências internacionais.

Entre as ações no Dow Jones estavam as da Boeing, queda de 1,6%, depois que um 737 – não o 737 MAX que está aterrado – sofreu um acidente fatal logo depois da decolagem em Teerã, a caminho de Kiev, na Ucrânia, matando todos os 167 passageiros e nove tripulantes a bordo.

Por fim, os investidores também estão atentos para os indicadores econômicos.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?