Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street opera volátil com medidas emergenciais no combate ao coronavírus

Data de criação:

access_time 19/03/2020 - 11:57

Data de atualização:

access_time 19/03/2020 - 11:57
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de Nova York, que abriu em alta, opera em forte volatilidade nesta quinta-feira, com os dados sobre o mercado de trabalho dos Estados Undos no radar dos poucos investidores, bem como o ataque ao coronavírus. O cenário de aparente calmaria se dá também com a declaração do Banco Central Europeu – BCE, que anunciou um plano de estímulo extraordinário para ajudar a mitigar os danos econômicos na região.

Há pouco, o Dow Jones estava em queda de 1,25% aos 19.685 pontos. O S&P opera em queda de 0,86% aos 2.379 pontos. O Nasdaq opera em alta de 0,81% aos 7.049 pontos.

O Banco Central Europeu – BCE  lançou o Programa de Compra de Emergência Pandêmica (PEPP), compreendendo € 750 bilhões (US $ 818 bilhões) em compras de dívidas destinadas a ajudar a economia regional em dificuldades no meio do surto de coronavírus. As novas medidas elevarão o total de compras planejadas de títulos do BCE este ano para € 1,1 trilhão. “Tempos extraordinários exigem ações extraordinárias”, afirmou a presidente do BCE, Christine Lagarde, em comunicado depois da reunião.

Ontem, o Senado dos Estados Unidos aprovou um pacote de emergencial bipartidário e multibilionário que inclui seguro de desemprego expandido e licença médica paga para trabalhadores horistas. O presidente Donald Trump já assinou a lei, com aprovação imediata da Câmara dos Deputados.

Entre as empresas que tomaram decisões imediatas para proteger empregos e a saúde dos trabalhadores estão a General Motors, Ford e Fiat Chrysler. As gigantes mais importantes do mundo destacaram planos de interromper temporariamente as operações em suas fábricas na América do Norte, depois que líderes sindicais e funcionários exigiram proteção contra a pandemia.

O pregão da NYSE, que a partir de segunda-feira (23) será apenas no eletrônico, costuma receber milhares de corretores e traders, mas hoje são cerca de 250 traders operando hoje, de acordo com o New York Post.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones estavam as da Walt Disney Co., alta de 6,13%; as da McDonald’s Corp, alta de 3,28%; as do Goldman Sachs, alta de 2,19%; e as da Microsoft Corp., alta de 1,24%. Na contramão estavam as ações da Coca-Cola, queda de 5,76%; Johnson&Johnson, queda de 5,21%; as da Pfizer Inc., queda de 3,96%; e as da United Technologies Corp., queda de 4,66%.

Hoje, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos divulgou os pedidos iniciais de auxílio desemprego, com 70 mil novas reivindicações para a semana fechada em 14 de março. O aumento total de reivindicações chegou a 281 mil na semana, destacado como o nível mais alto desde setembro de 2017.

Nos Estados Unidos ainda serão apresentados indicadores.

Tradução ID com agências internacionais e relatórios oficiais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?