Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street realiza e índice Dow Jones fecha a semana em alta de 12,8%

Data de criação:

access_time 27/03/2020 - 19:44

Data de atualização:

access_time 27/03/2020 - 19:44
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street devolveram os ganhos da sessão anterior nesta sexta-feira. A posição vendida se deu com as expectativas para a assinatura do da Lei CARES, com o volume de US$ 2,2 trilhões, já que a Câmara de Deputados dos Estados Unidos tinha aprovado o então projeto no começo da tarde desta sexta-feira. Porém, a assinatura do presidente Donald Trump só aconteceu depois do fechamento dos mercados.  Todo o esforço na aprovação da Lei se deu com o avanço assustador no número de pessoas infectadas e mortas nos Estados Unidos, que neste momento supera  a China.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 4,06% aos 21.636 pontos. O S&P recuou 3,37% aos 2.541 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 3,79% aos 7.502 pontos. Na semana, o Dow Jones ficou em alta de 12,8%, o mais forte desde 1938; o S&P 500 subiu 10,3%, o maior salto desde 2008; e a alta do Nasdaq foi de 9,1%, a maior desde março de 2009.

A forte recuperação do mercado de ações da semana foi atribuída, em parte, ao otimismo em relação ao plano de estímulo fiscal dos Estados Unidos, em conjunto com a flexibilização agressiva da política monetária pelo Federal Reserve e outros grandes bancos centrais. Analistas, no entanto, alertaram que as ações ainda poderão sofrer pressão significativa nas próximas semanas ou meses, já que os investidores ficam de olho na contagem de infecções e mortes pela COVID-19, além de uma série de números econômicos terríveis que refletem o bloqueio de partes dos Estados Unidos e de outros países.

Em território americano, que agora identificaram mais casos que a China, existem quase 86 mil casos confirmados da doença, em comparação com cerca de 82 mil da China, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

A assinatura da Lei de alívio para os Estados Unidos chegou no momento de outro recorde: o de pedidos iniciais de auxílio desemprego em 3,28 milhões na semana passada. A consequência se dá com os americanos desesperados com a pandemia de coronavírus, que já segue comprometendo empresas e empregos.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Procter & Gamble, alta de 2,60%, e as da Travelers Cos, alta de 1,30%. Na contramão ficaram as ações da Boeing, queda de 10,27%, as da Chevron, queda de 9,95%, as da Walt Disney, queda de 8,50%, e as da United Technlogies, queda de 7,16%.

No S&P, entre as ações com ganhos ficaram as da Extra Space Storage, alta de 6,89%, as da UDR Inc, alta de 6,04%, as da Duke Realty, alta de 4,70%. Na contramão ficaram as ações da Norweigian Cruise, queda de 23,49%, as da Carnival Corp, queda de 19,14%, as da Apache Corp, queda de 15,62%, e as da Royal Caribbean Cruises, queda de 15,05%.

Nos Estados Unidos, a renda pessoal aumentou US $ 106,8 bilhões (0,6%) em fevereiro, de acordo com estimativas divulgadas hoje pelo Departamento de Estatísticas. A renda pessoal descartável (DPI) aumentou US $ 88,7 bilhões (0,5%) e as despesas de consumo pessoal (PCE) aumentaram US $ 27,7 bilhões (0,2%). O DPI real aumentou 0,4% em fevereiro e o PCE real aumentou 0,1%. O índice de preços do PCE aumentou 0,1%. Excluindo alimentos e energia, o índice de preços do PCE aumentou 0,2%.

Nos Estados Unidos, o sentimento do consumidor caiu para um mínimo de três anos à medida que o surto de coronavírus aumenta, de acordo com dados da Universidade de Michigan. O índice de sentimento do consumidor caiu para 89,1 em março – seu nível mais baixo desde outubro de 2016 – de 101 em fevereiro. Os economistas consultados pela Dow Jones esperavam que o sentimento do consumidor caísse para 90. O declínio de março foi o quarto maior em quase 50 anos.

Tradução ID de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?