Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street recua com atenção para eleições e ações de tecnologia

Data de criação:

access_time 30/10/2020 - 19:52

Data de atualização:

access_time 30/10/2020 - 20:38
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street fecharam em campo negativo nesta sexta-feira. Os investidores mantiveram a cautela pela proximidade da eleição e também digerindo os balanços financeiros das empresas de tecnologia. A pandemia não dá trégua no país e desperta a preocupação de um novo lockdown, com mais de 90 mil pessoas contaminadas em 24 horas.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 0,59% aos 26.501 pontos. O S&P ficou em queda de 1,21% aos 3.269 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 2,45% a 10.911 pontos. Na semana, o S&P 500 caiu 5,6%, o Dow caiu mais de 6% e o Nasdaq caiu 5,5%.

Hoje, as ações das gigantes do setor de tecnologia caíram. Embora a maioria tenha relatado resultados do terceiro trimestre superando as expectativas, os comerciantes estabeleceram suas expectativas muito altas para essas empresas.

O Facebook viu uma queda trimestral de usuários nos Estados Unidos e no Canadá, apesar de postar um salto de 12% no número de usuários ativos globalmente durante o período e com as vendas de publicidade 22% acima do esperado. A ações do Facebook caíram 6,31%.

As vendas de publicidade também aumentaram no Twitter, embora a empresa tenha relatado um crescimento diário de usuários ativos mais fraco do que o esperado ante a alta do trimestre anterior. As ações caíram 11,07%.

A Alphabet conseguiu reverter a queda nas vendas de publicidade no segundo trimestre e as ações saltaram mais de 6% no início do pregão. As ações (GOOGL) subiram 3,80%.

Em outros lugares, a Amazon também registrou uma grande batida nos resultados do terceiro trimestre, à medida que a receita cresceu 37%, para mais de US $ 96 bilhões. As ações da Amazon recuaram 5,45%.

A Apple registrou vendas recordes de Mac e serviços no quarto trimestre superando as estimativas, mas as fracas vendas do iPhone na China pesaram sobre a ação no final do pregão. As ações da Apple caíram 5,60%.

Para completar, as ações da Microsoft caíram 1,10% e as do Netflix perderam 5,65%.

Sobre as eleições, mais de 85 milhões de americanos já votaram, incluindo 9 milhões no Texas. A votação antecipada tem batido recordes nos Estados Unidos, com participação nacional passando de 60% do total de 2016, de acordo com o Projeto Eleições da Universidade da Flórida.

Nos Estados Unidos, a renda pessoal aumentou US$ 170,3 bilhões (0,9%) em setembro, de acordo com estimativas divulgadas hoje pelo Departamento de Análises Econômicas.

A renda pessoal descartável (DPI) aumentou US $ 150,3 bilhões (0,9%) e as despesas de consumo pessoal (PCE) aumentaram US $ 201,4 bilhões (1,4%). O DPI real aumentou 0,7% em setembro e o PCE real aumentou 1,2%. O índice de preços PCE aumentou 0,2%. Excluindo alimentos e energia, o índice de preços PCE aumentou 0,2%.

Nos Estados Unidos, o Clima de Negócios de Chicago – Business Barometer, caiu para 61,1 em outubro, recuando depois de um forte aumento em setembro. No entanto, ainda marca a quarta leitura consecutiva acima da marca de 50, depois de ficar abaixo por um ano.

Nos Estados Unidos, o Índice de Sentimento do Consumidor subiu de 80,4 em setembro para 81,8 (final) em outubro, segundo as últimas Pesquisas de Consumidores da Universidade de Michigan desta sexta-feira. Essa leitura veio melhor do que a expectativa do mercado e a estimativa anterior de 81,2. O Índice das Condições Econômicas Atuais caiu para 85,9 de 87,8 e o Índice de Expectativas do Consumidor melhorou para 79,2 de 75,6.

*Tradução ID de relatórios oficiais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?