Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street recua com o Nasdaq em correção

Data de criação:

access_time 08/03/2021 - 19:45

Data de atualização:

access_time 08/03/2021 - 19:45
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de Wall Street fecharam no vermelho nesta segunda-feira (08/03). Os investidores ajustaram com as ações de tecnologia, depois das valorizações na última sessão. O mercado também digeriu a aprovação do pacote emergencial dos Estados Unidos de US$1,9 trilhão.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 0,97% aos 31.802 pontos. O S&P ficou em queda de 0,54% aos 3.821 pontos. O Nasdaq caiu 2,41% aos 12.609 pontos.

Nesta sessão, o Nasdaq entrou em correção, depois das altas sucessivas nos rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos.

Os mercados estão sendo impulsionados por expectativas de que gastos fiscais agressivos, juntamente com uma economia em rápida reabertura à medida que a distribuição de vacinas continua, possam resultar em um aumento da inflação no curto prazo. No sábado (06/03), os Senadores americanos aprovaram o pacote fiscal de US$1,9 trilhão. Agora, o texto segue para a Câmara, que é controlada pelos Democratas, e poderá ser votado antes do fim dessa semana.

O rendimento do Tesouro de 10 anos atingiu o nível mais alto em mais de um ano nesta segunda-feira, depois de registrar seu quinto aumento semanal consecutivo. A taxa da nota de 10 anos subiu 4,3 pontos base para 1,594%.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as do Walt Disney, alta de 6,27%, as da Cisco Systems, alta de 2,72%, as da Visa, alta de 2,26%, as da Travelers Cos, alta de 2,22%, as do Goldman, alta de 2,08%, e as da American Express, alta de 2,00%.

Nos Estados Unidos, as vendas no atacado para janeiro desse ano, exceto filiais e escritórios de vendas de fabricantes, depois do ajuste para variações sazonais e diferenças de dia de negociação, mas não para mudanças de preço, foram de US$ 531,7 bilhões, 4,9% (± 0,7%) acima do nível revisado de dezembro e subiram 5,9% (± 1,1%) do nível revisado de janeiro de 2020. Os dados são do Census.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?