Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street recua com o temor de uma guerra entre os EUA e o Oriente Médio

Data de criação:

access_time 07/01/2020 - 19:21

Data de atualização:

access_time 07/01/2020 - 20:21
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Na bolsa de Nova York, os pesos pesados fecharam no vermelho nesta terça-feira. As preocupações foram elevadas com o temor de uma guerra entre os Estados Unidos e o Oriente Médio.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 0,42% aos 28.583 pontos. O S&P caiu 0,28% aos 3.237 pontos. O Nasdaq ficou estável aos 9.068 pontos.

As ações das petroleiras caíram no Dow Jones, como as da Chevron Corp, recuo de 1,28%, e as da Exxon Mobil Corp, queda de 0,82%.

A Chevron, a segunda maior empresa de petróleo dos Estados Unidos, disse em comunicado na noite desta segunda-feira (06) que tirou todos os seus trabalhadores americanos do Iraque. A Exxon também seguiu as mesmas orientações e retirou todos os funcionários dos campos de petróleo do Sul do Iraque.

Hoje, o presidente Donald Trump disse que os Estados Unidos estão preparados para agir contra o Irã se os governantes cumprirem as promessas de vingança pela a morte do general Qassem Soleimani, chefe da Força Quds de elite do Irã, mas recuou diante de uma ameaça para atingir os locais culturais do país. “Se é isso que é a lei, eu gosto de obedecer à lei”, disse Trump a repórteres.

Trump fez seus comentários ao se sentar ao lado do primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis no Salão Oval da Casa Branca, depois de dizer no domingo que o Irã “tinha permissão para matar nosso povo. … E não podemos tocar nos sites culturais deles? Não funciona assim. ”

Um ataque aos locais culturais provavelmente seria ilegal sob as leis do conflito armado e a Carta das Nações Unidas, como informou a Associated Press.

Enquanto isso, Trump não abandonou a ameaça de atingir outros alvos iranianos se Teerã tomar medidas que os Estados Unidos considerem provocativas. “Eu direi isso, se o Irã fizer algo que não deveria estar fazendo, eles sofrerão as consequências e com muita força”, disse Trump.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Boeing, alta de 1,06%, as do Goldman Sachs Group Inc, alta de 0,66%, e as da Walt Disney Co, alta de 0,03%. Na contramão ficaram as ações da Nike Inc, queda de 0,05% e as da Visa Inc, queda de 0,26%.

Entre as ações com ganhos no S&P estavam as Apache Corp, alta de 26,79%, as da Micro Technology Inc, alta de 8,78%. Na contramão estavam as ações da Conagra Brands, queda de 3,58%.

Entre as ações com ganhos no Nasdaq estavam as da Cellect Biotechnology, alta de 69,70%. Na contramão estavam as ações da CTI Industries Corp, queda de 30,00%.

Nos Estados Unidos, Census Bureau e o Departamento de Análises Econômicas anunciaram hoje a balança comercial mostrando que o déficit de bens e serviços foi de US $ 43,1 bilhões em novembro, uma queda de US $ 3,9 bilhões em relação aos US $ 46,9 bilhões em outubro.

As exportações de novembro foram de US $ 208,6 bilhões, US $ 1,4 bilhão a mais que as exportações de outubro.

As importações de novembro foram de US $ 251,7 bilhões, menos US $ 2,5 bilhões do que as importações de outubro. A redução de novembro no déficit de bens e serviços refletiu uma redução no déficit de bens de US $ 3,9 bilhões para US $ 63,9 bilhões e uma redução no excedente de serviços de menos de US $ 0,1 bilhão a US $ 20,8 bilhões.

Nos Estados Unidos, a atividade econômica no setor não-manufatureiro cresceu em dezembro pelo 119º mês consecutivo, dizem os executivos de compras e suprimentos do país no mais recente ISM Non-Manufacturing.

O PIB cresce 2,2%, o índice de Atividade de Negócios está em 57,2%, o índice de Novos Pedidos em 54,9% e o índice de Emprego em 55,2%.

Tradução ID de agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?