Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street recua esperando números da inflação

Data de criação:

access_time 09/06/2021 - 19:26

Data de atualização:

access_time 09/06/2021 - 19:26
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de Nova York fechou em queda nesta quarta-feira (09/06). Os investidores aguardam os dados da inflação, que serão divulgados amanhã e, ao mesmo tempo, avaliaram os números da China.

Índices: o Dow Jones ficou em queda de 0,44% aos 34.447. O S&P 500 ficou em queda de 0,18% aos 4.219. O Nasdaq ficou em queda de 0,09% aos 13.911.

Os resultados de amanhã da inflação, conforme apontam os agentes de mercados, deverão mexer com o humor dos negociadores e, com isso, todas as atenções ficarão voltadas para a reunião do Federal Reserve semana que vem.

Hoje, o presidente Biden chegou no Reino Unido para cumprir uma agenda de 11 dias, sendo que o principal compromisso é a reunião do G-7, que começa na sexta-feira (11/06). Na agenda de Biden para essa primeira viagem como presidente dos Estados Unidos constam os encontros com o primeiro-ministro britânico Boris Johnson e também com a rainha Elizabeth II.

De volta aos mercados, ontem, os legisladores americanos aprovaram um amplo projeto de lei criado para aumentar a capacidade dos Estados Unidos de competir com a tecnologia chinesa, fornecendo fundos para pesquisa e produção de semicondutores em meio a uma contínua falta de chips no cenário global.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Johnson& Johnson, alta de 1,35%, as da Amgen, alta de 1,14%, as da IBM, alta de 1,07%, e as da Microsoft, alta de 0,40%. Na contramão ficaram as ações da Caterpillar, queda de 2,29%, as da Boeing, queda de 1,86%, e as da American Express, queda de 1,45%.

*Tradução ID de agências e relatórios

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?