Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street renova com balanços e indicadores econômicos

Data de criação:

access_time 03/02/2020 - 19:17

Data de atualização:

access_time 03/02/2020 - 19:17
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

A bolsa de Nova York operou em campo positivo nesta segunda-feira. A busca por reparar as liquidações da última sexta-feira (31) se deu com indicadores domésticos e, principalmente, com os resultados dos balanços corporativos. Ainda permaneceu no radar a vigilância sobre a contaminação pelo coronavírus.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 0,51% aos 28.399 pontos. O S&P ficou em alta 0,73% aos 3.248 pontos. O Nasdaq ficou em alta de 1,34% aos 9.273 pontos.

Na última sexta-feira, os índices de Wall Street marcaram as maiores desacelerações nos últimos meses, com a apreensão pelos casos de coronavírus nos Estados Unidos e com o governo americano proibindo a entrada de pessoas vindas da China no país. Lembrando que o presidente Donald Trump mandou buscar os cidadãos americanos que estiverem dispostos a deixar a área de Wuhan.

O governo chinês também segue fechando o cerco para evitar a disseminação do vírus, enquanto desvalorizou o valor da moeda e o Banco do Povo da China – PBoC – injetou equivalente a US$ 172 bilhões em liquidez no sistema financeiro, numa tentativa de estimular a economia.

Na China, os relatórios mais recentes mostraram que a gripe asiática já havia matado pelo menos 361 pessoas e infectado mais de 17 mil pessoas.

Sobre as notícias corporativas, as ações da fabricante de veículos elétricos Tesla Inc subiram 20% no Nasdaq depois que casas de análises recomendaram compras das ações.

Enquanto isso, os investidores também estão de olho nos desenvolvimentos ligados às eleições presidenciais de 2020, com os eleitores democratas em Iowa prontos para participar das reuniões esta noite.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Nike Inc, alta de 3,08%, Microsoft Corp., alta de 2,44%, Merck&Co.Inc., alta de 2,22%. Na contramão ficaram as ações da Caterpillar Inc, queda de 1,20%, as da 3M Co., queda de 1,30%, Exxon Mobil Corp., queda de 2,24%.

Entre as ações no S&P ficaram as da Gilead Sciences Inc., alta de 5%, as da Corteva Inc., alta de 4,15%, e as da IPG Phoyonics Corp., alta de 4,03%. Na contramão ficaram as da Sysco Corp., queda de 6,65%, as da Cimarex Energy Co., queda de 5,74%, e as da L Brands In.c, queda de 3,11%.

Entre as ações com ganhos no Nasdaq estavam as da Gulf Resources Inc., alta de 49,12%, as da OpGen Inc., alta de 44,59%, as da Artelo Biosciences Inc., alta de 35,47%. Na contramão estavam as ações da Estre Ambiental Inc., queda de 55,88%, as da Cleveland BioLabs Inc., queda de 31,21%.

O lado negativo dessa segunda-feira ficou com os preços das commodities. O preço do WTI recuou forte em Nova York, 3,12% a US$49,95. O surto viral na China representa um vento contra os touros de petróleo, já que Pequim é um dos maiores importadores de petróleo bruto.

Nos Estados Unidos, o índice Gerente de Compras – PMI de Manufatura, ajustado sazonalmente, do IHS Markit ficou em 51,9 em janeiro, acima do flash de 51,7, mas abaixo de 52,4 em dezembro. A última leitura das manchetes sinalizou uma melhoria modesta nas condições operacionais nos Estados Unidos do setor manufatureiro no início de 2020.

Nos Estados Unidos, os dados do Institute for Supply Management, cujo índice de gerente de compras subiu para uma alta de seis meses, de 50,9% em janeiro, contra as expectativas de uma leitura de 48,5%.

Tradução ID de agências e relatórios internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?