Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street renova ganhos com vacinas e esperando por pacote de US$1,9 tri

Data de criação:

access_time 03/02/2021 - 20:02

Data de atualização:

access_time 03/02/2021 - 20:02
format_align_left 2 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de Wall Street fecharam em campo positivo nesta quarta-feira (03), a segunda sessão consecutiva, com apenas o Nasdaq ajustando. Os investidores estão mais confiantes na aprovação do pacote fiscal de US$1,9 trilhão pelos congressistas.  Além disso, o governo Joe Biden está empenhado na compra de mais vacinas e transformando a farmácias do país em postos de vacinação.

Ao final, o Dow Jones ficou em alta de 0,12% aos 30.723 pontos. O S&P ficou em alta de 0,10% aos 3.830 pontos. O Nasdaq ficou estável aos 13.610 pontos.

Hoje, os dados do relatório ADP, que mostram as ofertas de vagas no setor privado dos Estados Unidos, ficaram acima do esperado, que juntamente com os resultados corporativos também pesaram nos desempenhos.

Dow Jones registrou seu melhor ganho em uma única sessão desde novembro, depois da queda na semana passada com as compras através do fórum do Reddit /wallstreetbets.

As notícias sobre as vacinas também animaram. A Casa Branca está pronta para começar a enviar vacinas contra a COVID-19 diretamente para as farmácias de varejo, além de continuar com as entregas aos estados, em um movimento que aumentará o fornecimento semanal de 1 milhão para 11,5 milhões.

Por fim, entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Boeing, alta de 3,21%, as da Chevron Corp, alta de 2,18%, as da Microsoft, alta de 1,46%, e as do JP Morgan, alta de 1,15%.

Nos Estados Unidos, o índice de Atividade de Negócios de Serviços final ajustado sazonalmente registrou 58,3 em janeiro, acima dos 54,8 em dezembro.  O IHS Markit Composite Output Index postou 58,7 em janeiro, ante 55,3 em dezembro, para sinalizar o aumento mais rápido na atividade empresarial do setor privado desde março de 2015.

Nos Estados Unidos, a Atividade do Negócios de Serviços cresceu em janeiro pelo oitavo mês consecutivo, dizem os executivos de compras e suprimentos do país no último relatório ISM Report On Business.

O PMI de Serviços registrou 58,7%, 1 ponto percentual acima da leitura de dezembro com ajuste sazonal de 57,7%. Esta leitura é a maior desde fevereiro de 2019 (58,8%) e indica o oitavo mês consecutivo de crescimento para o setor de serviços, que se expandiu para todos, exceto dois dos últimos 132 meses.

*Por Ivonéte Dainese com relatórios e agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?