Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street retorna para o azul com Dow Jones em recorde

Data de criação:

access_time 15/04/2021 - 18:51

Data de atualização:

access_time 15/04/2021 - 18:51
format_align_left 1 minuto de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de peso de Wall Street renovaram os ganhos nesta quinta-feira (15/04). Os recordes foram embalados pelos resultados financeiros dos grandes bancos, os gastos do consumidor e uma forte melhora no número de novos pedidos de seguro-desemprego.

Índices: o Dow Jones subiu 0,90% aos 34.035. O S&P ficou em alta de 1,11% aos 4.170. O Nasdaq subiu 1,31% aos 14.038.

O Dow Jones rompeu os 34 mil pontos, o S&P 500 e o Nasdaq também subiram para reverter as quedas do dia anterior com as ações de tecnologia.

Os comerciantes digeriram uma impressão importante sobre a força do consumidor dos Estados Unidos, com as vendas no varejo mostrando o melhor aumento mensal desde maio do ano passado. As vendas no varejo aumentaram 9,8%, com os estímulos e redução das medidas de distanciamento social. Além disso, os pedidos de auxílio-desemprego caíram para 576 mil, queda 193 mil em relação à semana anterior.

Membros do Federal Reserve também destacaram a recente retomada da atividade econômica. No Livro Bege do Fed, compilado de relatórios dos 12 distritos do banco central americano, observou que “a atividade nacional acelerou a um ritmo moderado do final de fevereiro ao início de abril”, com a indústria de lazer e hospitalidade especialmente impulsionada pelo aumento da demanda para viajar.

Entre as ações com ganhos no S&P ficaram as da Nvidia, alta de 5,68%, as da UnitedHealth Group, alta de 3,83%, e as da Advanced Micro Devices, alta de 5,68%. Na contramão ficaram as ações do Bank of America, queda de 2,86%, as da Delta Air Lines, e as da Occidental Petroleum, queda de 2,70%.

*Por Ivonéte Dainese com agências internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?