Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street segue em queda com dados da China e relações comerciais

Data de criação:

access_time 02/12/2019 - 13:25

Data de atualização:

access_time 02/12/2019 - 14:25
format_align_left 3 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de Wall Street operam com perdas nesta segunda-feira, depois que dados do setor de manufatura dos Estados Unidos mostraram contração em novembro, ofuscando dados melhores do que o esperado sobre do mesmo setor da China divulgados hoje.

Há pouco, o Dow Jones estava em queda de 0,86% aos 27.806. O S&P estava em queda de 0,86% aos 3.113. O Nasdaq recuava em 1,44% os 8.540.

Hoje, além dos indicadores, os investidores também estão monitorando as preocupações comerciais depois que o presidente Donald Trump anunciou via Twitter que os Estados Unidos restaurariam tarifas de todo o aço e alumínio do Brasil e da Argentina. Trump destacou a desvalorização maciça de suas moedas, o que não é bom para nossos agricultores”.

No Twitter Trump destacou: “restaurarei as tarifas de todos os aços e alumínio enviados para os Estados Unidos a partir desses países”.

Os investidores também estão de olho nas ações de varejo, à medida que o chamado dia de compras da Cyber ​​Monday começou. O Adobe Analytics disse que a Black Friday deste ano foi a maior de todas as vendas on-line chegando a US $ 7,4 bilhões e ficando atrás apenas do montante de US $ 7,9 bilhões da Cyber ​​Monday do ano passado. A Adobe prevê que as vendas online atinjam US $ 9,4 bilhões nesta Cyber ​​Monday.

Entre as ações com perdas estavam as da Wells Fargo & Co, queda de 0,7%, com o corte nas ações do banco poara ter um desempenho abaixo do desempenho do mercado.

As ações da McDermott International Inc subiam 9,3%, depois que a empresa de serviços de energia anunciou acesso a US $ 350 milhões em financiamento e um acordo de tolerância com alguns de seus credores.

As ações da Amazon.com Inc, caiam 1,3% quando a Cyber ​​Monday começou, um dos dias mais importantes do ano para o gigante do varejo on-line.

Nos Estados Unidos, a produção final do IHS Markit, ajustado sazonalmente, PMI ficou em 52,6 em novembro, de 51,3 em outubro, para sinalizar a forte melhora no desempenho da saúde do setor manufatureiro desde abril. A leitura estava acima da cifra anterior de 52,2, mas permaneceu abaixo a tendência da série de longo prazo e indicativa de apenas uma recuperação modesta.

Nos Estados Unidos, a atividade econômica no setor de manufatura contraiu em novembro e a economia geral cresceu pelo 127º mês consecutivo, dizem os executivos de suprimentos do país no mais recente relatório do Manufacturing ISM Report On Business.

O relatório foi divulgado hoje por Timothy R. Fiore, presidente do Comitê de Pesquisa de Negócios de Fabricação do Institute for Supply Management.

O PMI de novembro registrou 48,1%, uma queda de 0,2 ponto percentual em relação a outubro 48,3%.

O Departamento de Comércio informou na segunda-feira que os gastos com construção caíram 0,8%. Os dados de setembro foram revisados para mostrar que os gastos com construção declinam 0,3%. Os gastos com construção aumentaram 1,1% na comparação ano a ano em outubro. Os dados também são do Census.

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?