Usamos cookies para segurança, melhor experiência e personalização de conteúdo de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Clique em "Configurar cookies" para gerenciar suas preferências.

X

Para "Aceitar", selecione os itens e clique no botão abaixo:

Wall Street volta para o positivo com balanços e esperando o Fed

Data de criação:

access_time 28/01/2020 - 18:32

Data de atualização:

access_time 28/01/2020 - 18:32
format_align_left 4 minutos de leitura

Quer saber como investir?

Abra AGORA sua conta no banco digital dos investidores

QUERO ABRIR MINHA CONTA

Os índices de Wall Street fecharam com ganhos nesta terça-feira. A recuperação na principal bolsa de ações do mundo se deu com os investidores atentos para os resultados financeiros e também com a precaução na posição comprada pelo fim da reunião do Federal Reserve nesta quarta-feira (29).

Ao final, o Dow Jones subiu 0,65% aos 28.722 pontos. O S&P ficou em alta de 1,08% aos 3.278 pontos. O Nasdaq ficou em alta de 1,43% aos 9.269 pontos.

O coronavírus segue rompendo barreiras e deixando mais de 4.500 pessoas infectadas e 106 mortes na China. Ontem, o temor de um impacto no desempenho econômico global provocou a maior liquidação em um dia em Wall Street desde outubro do ano passado.

Hoje, as compras foram motivadas pelas apostas nos balanços financeiros, como a Apple divulgando em instantes o balanço do quarto trimestre de 2019.

A economia da China, que já vinha enfraquecida está prestes a sofrer outro golpe, com as empresas em todo o país permanecendo fechadas pelo feriado prolongado do Ano Novo Lunar, que seria encerrado no próximo final de semana.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram as da Apple Inc., alta de 2,83%, as da Intel Corp., alta de 2,47%, as da Microsoft Corp., alta de 1,96%, e as do Goldman Sachs Group Inc., alta de 1,86%. Na contramão ficaram as ações da Exxon Mobil Corp., queda de 0,14%, as da Coca-Cola Co., queda de 0,82%, as da Pfizer Inc., queda de 0,82%, e as da 3M Co., queda de 5,72%.

Entre as ações com ganhos no S&P ficaram as da Pulter Group, alta de 5,73%, as da Whirilpool Corp., alta de 5,70%, as da Xerox Holding Corp., alta de 4,94% e as da Pioneer Natural Resources Co., alta de 4,13%. Na contramão ficaram as ações da BorgWarner Inc., queda de 7,64%, as da 3M Co., queda de 5,73%, as da Pfizer Inc., queda de 5,13%.

Nos Estados Unidos, os principais pedidos de bens de capital caem 0,9% em dezembro. As principais remessas de bens de capital caem 0,4%. Os pedidos de bens duráveis ​​aumentam 2,4%. Os pedidos de aeronaves e peças de defesa aumentaram 168,3% no mês passado, compensando uma queda de 74,7% na demanda por aeronaves civis. Os dados são do Census.

Nos Estados Unidos, os índices S&P Dow Jones divulgaram hoje os últimos resultados dos índices dos preços dos imóveis. Os dados divulgados hoje para novembro de 2019 mostram que os preços das casas continuam a aumentar a uma taxa modesta nos EUA.

O Índice Nacional de Preços Residenciais, cobrindo todas as nove divisões do censo dos Estados Unidos, registrou um ganho anual de 3,5% em novembro, ante 3,2% no mês anterior. Em 10 cidades, o aumento anual composto ficou em 2,0%, ante 1,7% no mês anterior. Em 20 cidades, o índice composto registrou um ganho de 2,6% em relação ao ano anterior, ante 2,2% no mês anterior. Phoenix, Charlotte e Tampa registraram os maiores ganhos ano a ano entre as 20 cidades.

Em novembro, Phoenix liderou com um aumento de preço de 5,9% ano a ano, seguido por Charlotte com um aumento de 5,2% e Tampa com um aumento de 5,0%. Em 15 das 20 cidades, os aumentos de preços foram maiores no ano encerrado em novembro de 2019 versus o ano encerrado em outubro de 2019.

Nos Estados Unidos, o Índice de Confiança do Consumidor do Conference Board aumentou em janeiro, após um aumento moderado em dezembro. O índice agora está em 131,6, acima dos 128,2 (uma revisão em alta) em dezembro. O Índice da Situação Atual – baseado na avaliação dos consumidores sobre as atuais condições de negócios e mercado de trabalho – aumentou de 170,5 para 175,3. O Índice de Expectativas – baseado nas perspectivas de curto prazo dos consumidores para renda, negócios e condições do mercado de trabalho – aumentou de 100,0 no mês passado para 102,5 neste mês.

Tradução ID de agências e relatórios internacionais

Pretende diversificar a
sua carteira
de investimentos?